Curtir!

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Poema: Efeitos Jurídicos da Emenda do Casamento

Por Vinicius Cavalcante

Há quem diga que emenda 66 é a emenda do divórcio
Eis que agora está mais fácil terminar este consórcio

Ou ainda há quem diga que é a emenda do casamento
Pois os enlaces irão aumentar desde o seu advento

Após esta novel alteração, não há mais a quem culpar
O fim da relação não é mais um embate vulgar

Desde então não há mais tempo para comprovar
Se queres o divórcio, basta solicitar

A guarda dos seus filhos, vocês podem compartilhar
Se não houver condição, unilateral será
A discussão sobre culpa, também não se relevará
Pois o melhor interesse da prole prevalecerá

As visitas da criançada vocês podem acordar
Não havendo convenção, o juiz sentenciará

Mas calma, não será nenhum sofrimento
Porque o casamento acabou até como sacramento

Não se esqueça da pensão que a prole precisará
Se não pagar nos termos em questão, para o xadrez irá

E se mulher também pedir, ela irá ganhar

Mas somente se não tiver condições de estudar ou trabalhar

Já os nomes um do outro poderão retirar
A não ser que cause a alguém problemas para se identificar

Também podem manter o uso do sobrenome
Para que não pensem que as crianças são filhos de outro homem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário